Área Pessoal
NOTÍCIAS
 
 
Resumo dia 5

O dia de sexta-feira começou com a aula do Deputado Paulo Rangel, onde o tema: “O que passa com a Europa” permitiu aos alunos da Universidade de Verão adquirir conhecimento em diferentes matérias, tais como, o enquadramento da política europeia, a relação entre a União Europeia e os EUA, o Brexit, a emigração, entre outros.

Resumo dia 4

No quarto dia da 16ª edição da Universidade de Verão a aula da manhã contou com a participação do Dr. José Ribeiro e Castro e do Prof. Doutor Pedro Magalhães. No debate com o tema “Círculos Uninominais: Sim ou Não ?”

VER TODAS

SUGESTÕES
 
 
Rúben Traquino

A sugestão do dia é eleger todos os dias um grupo que melhor participou .

Resposta de Carlos Coelho:
Olá Rúben, Boa ideia ! Mas isso já fazem todos os dias com o Youjuv ;) CC
 
ACHEI CURIOSO
 
 

Gustavo Ambrósio
Que se utilize a palavra "Encarnado" ao invés de "Vermelho"
05-09-2018 | 14:50

Janny
As emendas do jantar, a cor varia de acordo com o grupo anfitrião da noite.
05-09-2018 | 15:36 (entregue em papel)

Pedro Taborda
Os participantes chegarem ao hotel e das primeiras coisas que notam são as bandeiras de cada equipa hasteadas na fachada do edifício
04-09-2018 | 14:23

Francisco Teixeira
A utilização do quadro pelo Dr. Nuno Morais Sarmento para a explicação do tema “social- democracia, hoje!” Primeiro, devido à ideia diferenciadora perante as restantes palestras e segundo, um maior esclarecimento do tema apresentado.
05-09-2018 | 17:07

Ricardo Gago
Achei curioso (e inscrevi-me para o comentar na sessão mas não tive hipótese de intervir por limites de tenpo) que ambos os oradores encaravam com naturalidade o desfecho das legislativas de 2015, onde os eleitores votaram maioritariamente (quando comparado com as outras forças políticas) no PSD/CDS mas “levaram“ em vez disso com a geringonça. Nomeadamente no facto que defendem, tanto para o sistema uninominal como para as listas abertas a pertinência do eleitor saber exactamente em quem votou. Não houve em 2015 então uma quebra desta mesma máxima? Queremos mudar o sistema eleitoral para evitar quebras de confiança ao nível dos candidatos mas ignoramos as jogadas aos níveis dos partidos. Usando a terminologia anedótica do Dr. Ribeiro e Castro, os eleitores quando votaram na coligação sabiam o que ia no bitoque, mas quantos votariam no PS se soubessem que o seu Cozido à Portuguesa ia ser combinado com robalos do BE ou sardinhas do PCP. Obrigado.
06-09-2018 | 14:23

João Diogo Caldeira
A ementa estar escrita no invólucro que envolvia o guardanapo.
04-09-2018 | 01:33

Pedro Taborda
Que seja dado aos alunos todas as oportunidades de "destaque" e preparação para vários momentos que envolvem acções políticas, mesmo que indiretamente: jantares, brindes, etc
08-09-2018 | 21:13

Eva Brás Pinho
A forma como o professor Pedro Magalhães, de forma nobre e inteligente a meu ver, não se considera um " opositor" mas assumo sim uma postura positiva de contributo para a discussão, estabelecendo o dito " contraponto" e assumindo uma postura mais do que fundamentalista, eclética.
06-09-2018 | 10:39

José Garrido
Que nos tenha sido oferecido um colete reflector, não percebendo ainda o objectivo da oferta, mas agradeço.
07-09-2018 | 09:43

Carla Costa
achei curioso que apos a excelente intervençao de Dr Nuno Morais Sarmento em que este referiu que aquilo que diferencia o PS do PSD é a liberdade que este ultimo permite a cada um de nos construir o proprio projeto pessoal de acordo com as suas convicçoes, caracteristicas pessoais de oportunidades e nao se subjugar as vontades do coletivo; alguns elementos da organizacao da UV "venderam" a ideia de que a realizacao de um determinado tipo de exercicios fisicos seriam promotores do alivio do stress, incentivando assim todos a seguirem aquelas indicaçoes. Gerou-se assim a criacao de uma pressao coletiva sobre a vontade individual, contrariando toda a ideologia defendida.
05-09-2018 | 17:48